terça-feira, 29 de outubro de 2013

Fidelidade

A fidelidade a Deus não pode ser medida por palavras faladas em púlpitos e templos, mas em atitudes e na maneira como são aplicados os talentos, dons e recursos na relação com o próximo.

6 comentários:

  1. a pregação das igrejas não é compatível com o evangelho de Jesus. UM exemplo (tem muitos) é aquela que exalta a teoria da prosperidade (ficar rico, adquirir bens etc) enquanto que o evangelho de Cristo, prega o pão de cada dia, inclusive condena a não entrar no reino dos céus aqueles que são ricos e não observam a distribuição de seus bens..

    ResponderExcluir
  2. Cuidado para que ninguém vos engane. Hoje prega-se muito sobre "basta crer" e no entanto, não tem problema em continuar numa vida de pecado, já que somos falhos e pecadores. Jesus disse: Porque o Filho do Homem há de vir na glória de seu Pai, com os seus anjos, e, então, retribuirá a cada um conforme as suas obras. Mt 16:27

    Precisamos viver o Reino de Deus e entender que Jesus quis dizer o que disse,

    Deus abençoe

    ResponderExcluir
  3. Arrependimento no meu ponto de vista seria a âncora do evangelho.
    Todos os dias somos submetidos à várias vozes procurando cada um dar agrado aos seus seguidores. Abdicando-se da verdadeira boa nova "arrepender-se"
    Pregamos, louvamos, adoramos, oramos...mas não nos arrependemos ainda. Isto é, não mudamos ainda a nossa mente.

    ResponderExcluir
  4. Arrependimento no meu ponto de vista seria a âncora do evangelho.
    Todos os dias somos submetidos à várias vozes procurando cada um dar agrado aos seus seguidores. Abdicando-se da verdadeira boa nova "arrepender-se"
    Pregamos, louvamos, adoramos, oramos...mas não nos arrependemos ainda. Isto é, não mudamos ainda a nossa mente.

    ResponderExcluir
  5. Arrependimento no meu ponto de vista seria a âncora do evangelho.
    Todos os dias somos submetidos à várias vozes procurando cada um dar agrado aos seus seguidores. Abdicando-se da verdadeira boa nova "arrepender-se"
    Pregamos, louvamos, adoramos, oramos...mas não nos arrependemos ainda. Isto é, não mudamos ainda a nossa mente.

    ResponderExcluir
  6. Passando pela net encontrei o seu blog, estive a folhear achei-o muito bom, feito com muito bom gosto.
    Tenho um blog que gostava que conhecesse. O Peregrino E Servo.
    PS. Se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais faça-o de forma a que eu possa encontrar o seu blog para o seguir também.
    Que haja paz e saúde no seu lar.
    Com votos de saúde e de grandes vitórias.
    Sou António Batalha.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir